onselectstart='return false'>

O Encontro dos Anjos - Meu Eterno Anjo

26 novembro 2008




Novamente ela vem, para, continua parada, olhando com aquele mesmo olhar,
Olhar lúgubre, o olhar que me faz refletir.
Sua palidez que me envolve, laços dantes nunca tidos, seus cabelos sobre a face, escondendo as lagrimas que rolam, senti-me incomodado, dei alguns passos e a abracei, sua pele fria encharcada pela fina chuva que caia sobre nossos corpos.
As nuvens pairavam sobre nossas cabeças, os ventos gélidos tocavam em nossas roupas... Aqueles ósculos que durante muito tempo não os sentia, o tempo parecia que não corria, apreciei aquele monumento que diante de mim estava... sorri
Aquele vestido branco, seus lábios lívidos... Dúbio, pensei que era sonho,
Nem dei conta que a lua aparecia como uma foice dourada cortando o céu dissipando todas as nuvens.
Mas eu queria contar-lhe mais... Você quer saber?
Seu nome não me é digno de contar, aqueles olhos, que olhos!
De sua linda boca apenas ouvi uma frase: ”Voltei, pois você me faz esquecer das minhas insanas lembranças”, lembranças das quais não ousei perguntar-lhe.
Vi as trevas em seus olhos e pude sentir sua dor, dor que tão profunda era, senti dentro de mim... Chorei
Beijei aqueles lábios gélidos e lívidos, senti o calor daquele corpo frio e voluptuoso.
Adormeci, ela envolvida em meus braços, acordei e ela continuava lá, linda e lúcida.
A luz do sol refletia e lembrava-me da noite e do s cantos dos corvos que era uma verdadeira serenata na escuridão, então acordou, olhou-me e simplesmente sorriu e disse-me algo que jamais esquecerei: ”Meu anjo, saibas que estás em meu coração e te quero muito bem e você é o único que pode me entender”. Tais palavras me comoveram, jamais esquecerei esse dia, o dia que reencontrei Meu Eterno Anjo.


1 comentários:

Ana Paula Duarte disse...

Mas eu queria contar-lhe mais... Você quer saber?
Seu nome não me é digno de contar, aqueles olhos, que olhos!
De sua linda boca apenas ouvi uma frase: ”Voltei, pois você me faz esquecer das minhas insanas lembranças"...PERFEITO!
Terei de encontrar alguém assim, qlq dia desses...bjos!