onselectstart='return false'>

Orbitando Em Uma Galáxia Distante

12 setembro 2012



Fui em direção a uma galáxia distante, onde pude sentir o calor e o acalanto do melhor abraço, abraço qual desejava há tempos.
Passei despercebido por todos os asteroides que seguiam um outro rumo e não me deram importância,foi algo sensacional ver todos aqueles astros na superfície do meu universo
Permaneci orbitando sem me preocupar com o tempo que levaria, apenas aproveitei o momento de algo não vivido antes, esqueci de mim, apenas admirei o brilho ofuscante daquela galáxia,que era de fato exuberante como vi em meus dias,então assim pude senti-la bem próxima.
Foi como sair de um coma, onde eu vegetava sem perceber e dar de cara com a perfeição imaculada de um sorriso não ensaiado e sentir o entrelaçar de braços em minhas costas.
Observei calado refletindo o bem que essa galáxia me fazia e então pude perceber que meu sistema solar já não é o bastante para mim, há gosto em mim de ter ficado para sempre ali.
Mas fui pego pela falta de oxigênio e em queda livre fui caindo violentamente em direção ao nada, meu satélite despedaçando-se e para meu desespero não havia solo, apenas vazio.
Então voltei para minha realidade e aqui pra mim está difícil de respirar, sinto falta daquele paraíso paralelo onde meus olhos foram abertos para sentir a melhor sensação que pude ter e agora estou submerso esperando o tempo certo de voltar de vez à superfície para ficar orbitando naquela galáxia que me dar forças para continuar, observo esta translação para que o tempo corra e eu saia deste sono profundo permanentemente e te orbitar para sempre.

4 comentários:

thiago moreira disse...

sei bem como é isso Chico :)
mtcho bom !!! :D

Marcelus Angelus Doxa Dunamis Monogenes disse...

Veio! eu já sabia, mas agora tenho certeza, teu lugar não é aqui hehe

...E eu acho que acabou de encontra-lo rsrs

Gutox .hieros disse...

Valeu Coal, é bom saber que alguém tem a mesma sensação que eu rsrs.
Marcelo meu velho,entendeu direitinho a mensagem hein rsrsrs.

Carolli Márol disse...

Muito bom!!!