onselectstart='return false'>

A Canção do Inverno

07 julho 2010


Mais uma vez a chuva cai imponente e suas gotas molham todo meu quintal
Ouvindo a canção do inverno posso lembrar-me de todas as primaveras já vividas aqui neste lugar.
E com essas lembranças vem também a falta de inspiração que me toca neste momento
Como gostaria de sentir o sabor da chuva, mas estou aqui trancado e o frio incomoda a minha alma.
Apenas posso observar o cantar de um coral chuvoso enquanto essas páginas estão sendo preenchidas com memórias distantes.
Sinto falta...
Mas como me disseram: “A vida é injusta”
Tento não concordar, mas é a mais pura verdade, então me calo.
"É realmente seguro dizer que somos apenas feitos dessa forma,
feito para enfrentar o sofrimento?"
Hoje não queria falar do amor, mas impertinente como ele é não poderia deixá-lo de fora.
A razão dessa escrita é a forma de sentir a solidão batendo na porta do meu quarto que deixei entre aberta,pelo menos ela é um pouco educada.
Talvez as mãos que me pediram pra segurar um dia seja a que me bate na face agora
E a boca que dizia que me amava é a que se cala diante de mim.
E o ciclo continua como sempre sem poder parar por motivo algum
Hoje me surpreenderam e me disseram que desejos eram realizados
E um deles fora assim por dizer,não como eu queria mas como merecia
E como atores na cena de um filme, aqui estamos nós caindo e caindo
E esta juventude que mescla-se com a sutileza de uma verdade manipulada só nos traz desgosto mesmo que seja superficial e então fica a cicatriz no rosto do guerreiro
Se a lua brilha em você enquanto você está dormindo,Ela vai mostrar tudo o que eu estou sentindo.
Provavelmente eu não tenha certeza disso tudo,mas quem sabe um dia o que se teme possa ser algo que seja útil e o que aqui está escrito não faça sentido para quem leia?
Talvez alguém chore ou ria de todas essas combinações fraturadas e então um dia dormirei com a cabeça voltada contra o céu para ter sonhos bons e momentos inesperadamente gratificantes

3 comentários:

Ana Paula Duarte disse...

Huuum, invernoo...não gosto desta estação, mas tenho aprendido muiiito com ela!
O fato é que, logo é verão, então, que aproveitemos o nosso inverno para nos enchermos de sabedoria!
Amei a postagem Gutox, delícia de texto, que adentrou profundamente em meu coração.
PARABÉNS, vc tah a cada dia melhor!
Te amooo amiigo!

- lemonah - disse...

Ah, você me prende menino! Como disse a Ana, é uma delicia de texto...

Iruana disse...

Olá, Gutox.
Fico contente que você gostou do meu blog, bom eu fiz ele nesses dias inúteis. É legal pra ocupar o tempo.
Achei bem legal " A canção do inverno".
Teve coisas que identifiracam comigo.
Como : "Mas como me disseram: “A vida é injusta”
Tento não concordar, mas é a mais pura verdade, então me calo."
É isso mesmo a vida é injusta, o mundo é podre por isso nunca confie em ninguém. Somente em Deus. (: