onselectstart='return false'>

Memento Mori*

28 abril 2010




Sentado na cama,olhando tudo ao redor
Quarto escuro e pensamentos flutuantes
Perdido em minha tristeza aguda
Tentando quebrar as correntes que aprisionam o coração
Sozinho,cantado e não lamentado
Agonia aparente em minha face e todos já dormem neste momento
A quem poderia recorrer?
O medo bate à porta esperando que ela seja aberta
E as lamúrias cantam entonadamente
Memento Mori
Corpo fadado ao cansaço,tento dormir mas não consigo
Apenas posso destilar meus sentimentos em letras garrafais
Para que todos possam ver que há um guerreiro ferido por uma lança mortal
As lágrimas embaçam o olhar e o semblante caído se desfalece por dentro
Então busquei à face Daquele que me um dia me chamou
E perguntou-me: Por que temeis, homem de pouca fé?  
Disse eu : Tú sabes qual o meu maior temor.
E Ele mais uma vez me disse: Este tempo não é tempo de lamento e sim de guerrear
-Mas como poderia eu sair à luta ferido e amargurado com coração em prantos e alma despedaçada?
Apenas peço-Te forças para expelir toda essa dor que aflige minh'alma
E ser liberto dessa prisão que eu mesmo escolhi. 


*Memento Mori é uma expressão latina que significa algo como "lembra-te homem que morrerás um dia"

2 comentários:

- lemonah - disse...

Nessas hrs só se vê um Alguém pra desabafar... nosso Pai... Gostei muuito de tudo aki ^^ Parabéns! To te seguindo!

Ana Paula Duarte disse...

Memento mori...Lembrei agora de meu professor de teoria da literatura, vivia repetindo essa expressão e das aulas de latim tb...
É uma lição essa pequeníssima frase!
Pois, de tudo o q formos fazer, que fazemos e que fizemos...O nosso fim é um só e é implacável!!
Lindooo, braavoo Gutox!